Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

Geral

Bitcoin
Bitcoin: moeda virtual teve maior alta desde 2014 (Yuriko Nakao/Getty Images)

                        <a href='https://exame.abril.com.br/brasil/ao-vivo-maioria-do-stj-decide-soltar-ex-presidente-michel-temer/'><strong>STJ decide soltar Michel Temer e Coronel Lima</strong></a>O ex-presidente Michel Temer deve ser solto nesta quarta-feira. Ontem, a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justi&ccedil;a (STJ) decidiu libertar Temer e o policial reformado Jo&atilde;o Baptista Lima Filho, conhecido como Coronel Lima. Por quatro votos a zero, os ministros Saldanha Palheiro, Laurita Vaz, Rog&eacute;rio Schietti e Nefi Cordeiro votaram para libertar Temer e Lima, com medidas cautelares. O ex-presidente estar&aacute; impedido de se relacionar com outros investigados, mudar de endere&ccedil;o, sair do pa&iacute;s e exercer cargos p&uacute;blicos e partid&aacute;rios. Temer est&aacute; preso preventivamente em S&atilde;o Paulo desde a quinta-feira 9 e foi transferido nesta segunda-feira, 13, da Superintend&ecirc;ncia da Pol&iacute;cia Federal na capital paulista para o Comando de Policiamento de Choque, da Pol&iacute;cia Militar.

_

Governo cancela reunião da ONU em SalvadorO governo brasileiro cancelou um evento organizado pela Convenção da ONU sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC) que estava marcado para os dias 19 e 23 de agosto em Salvador. A Semana Climática América Latina e Caribe é um dos eventos preparatórios da Conferência do Clima (COP-25), que será realizada em dezembro em Santiago. O Brasil desistiu de sediar a COP-25 em dezembro, por decisão de Jair Bolsonaro, ainda na condição de presidente eleito. Questionado sobre o cancelamento, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que não faz sentido “manter um encontro que vai preparar um outro (COP-25) que não vai acontecer mais no Brasil”, declarou.

_

Previsão do PIB revista para baixoO governo reduziu novamente a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), de 2% para 1,5%. Em março a previsão era de avanço de 2,5% na economia. A nova projeção foi informada nesta terça-feira, 14, pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, durante audiência pública na comissão mista de Orçamento do Congresso. Segundo Guedes, a nova redução se deve à demora na aprovação da reforma da Previdência. “Quando o cenário foi feito, em abril, havia expectativa de que a reforma tivesse rapidez e haveria mais agilidade na recuperação econômica”, disse o ministro. De lá para cá, em meio à troca de farpas entre o governo do presidente Jair Bolsonaro e o Congresso, a reforma anda a passos lentos (atualmente, está sendo discutida em uma comissão especial, mas ainda precisa ir a votação no Senado e na Câmara).

Bitcoin tem nova altaA moeda digital Bitcoin superou a marca de 8 mil dólares pela primeira vez em dez meses nesta terça-feira, 13, batendo outro recorde em meio à forte demanda por criptomoedas. O avanço nesta terça-feira segue uma valorização de 25% do dia anterior – o maior salto de um dia da Bitcoin desde 2014. Outras criptomoedas se valorizaram na esteira da Bitcoin. O índice Bloomberg Galaxy Crypto, que acompanha uma cesta com os maiores ativos digitais, mostrou alta de 8,9%.

_

Lucro do BNDES salta 436%O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou lucro de 11,1 bilhões de reais no primeiro trimestre de 2019. O resultado representa um crescimento de 436,7% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando o lucro ficou na casa dos 2,1 bilhões de reais. Também neste trimestre, o resultado do BNDES com participações societárias foi 725,5% superior ao atingido nos três primeiros meses de 2018.

_

Estações de petróleo atacadas na Arábia SauditaAutoridades da Arábia Saudita denunciaram nesta terça-feira, 14, um ataque com drones contra duas estações de bombeamento de petróleo da companhia estatal Aramco, o que provocou um incêndio e forçou a paralisação das operações em um oleoduto. Segundo o governo saudita, o ataque colocou em risco a segurança no fornecimento energético mundial. As autoridades também indicaram as milícias iemenitas houthis, apoiadas pelo Irã, como responsáveis pelo episódio. Os ataques contra instalações sauditas acontecem em um momento de aumento da tensão no Golfo Pérsico após a suposta sabotagem de quatro embarcações no fim de semana passada em águas da Zona Econômica Exclusiva (ZEE) dos Emirados Árabes Unidos.

_

Ameaça de bomba na Assembleia Nacional venezuelanaForças de segurança da Venezuela cercaram a Assembleia Nacional do país alegando a presença de uma bomba no local. O Sebin (serviços de informação do Estado) e elementos da Assembleia Constituinte, fiel a Nicolás Maduro, ocuparam todo o edifício, incluindo o gabinete do presidente da Assembleia e líder da oposição, Juan Guaidó. Foram arrombadas as gavetas da presidência e vice-presidência. Como resposta, os serviços da Assembleia Nacional publicaram na página oficial do Twitter um vídeo com imagens das forças de segurança em torno do palácio federal, sob o título “o que teme o regime?”.

_

China e EUA manterão negociaçõesA China e os Estados Unidos concordaram em continuar as negociações sobre a disputa comercial entre os dois países, segundo afirmou o governo chinês nesta terça-feira, 14. Do outro lado, o presidente americano Donald Trump disse que um acordo pode sair, mas apenas se for bom para os EUA. O aceno a uma trégua baixa a tensão da disputa, depois de ambos os lados intensificarem a guerra comercial nos últimos dias. Na segunda-feira 13, a China anunciou novas tarifas contra produtos americanos como retaliação à decisão dos EUA na semana passada de sobretaxar importações chineses.

Comentários

Deixe o seu comentário